DERMATOLOGISTA PELE NEGRA

DERMATOLOGISTA PELE NEGRA
RIO DE JANEIRO TEL:21-22949514 EMAIL PARA AGENDAR SUA CONSULTA:katleendermato@yahoo.com.br

quarta-feira, 22 de setembro de 2010



A pele negra ainda mais bonita
Mitos e verdades, problemas e soluções, cuidados exclusivos. Tudo para deixar a sua pele luminosa!


por Cris Capuano
16/09/2010

A dermatologista carioca Katleen Conceição, especialista em pele negra, é afrodescendente e já passou por alguns problemas estéticos comuns a quem tem seu tom de pele. Falta de hidratação, manchas e pelos encravados, segundo ela, são problemas comuns dos pacientes negros que a procuram. Por outro lado, ela confirma o que, para muitos, parecia lenda. “A melanina deixa a pele mais resistente e a protege dos raios solares. Por conta disso, as negras envelhecem mais lentamente”, diz. Com a ajuda dela e a consultoria do pesquisador da Natura Tiago Beber, preparamos esse pequeno manual para derrubar mitos, confirmar o que é verdade e orientar o ritual de beleza.



Pele negra não precisa de protetor solar. Mito! A pele com mais melanina é mais resistente aos danos solares. No entanto, está mais propensa a irregularidades de pigmentação, ou seja, ao aparecimento de manchas. Para evitar, é essencial que a mulher negra capriche no FPS. Apesar de mais protegida naturalmente, a pele negra não está dispensada de proteção contra os raios UVA e UVB. Sua pele também sofre agressões com a exposição solar, mesmo sem sentir ardor ou vermelhidão!



Negros têm mais espinhas. Falso! A pele negra não costuma ter mais propensão à acne. O que acontece é que as marcas são mais evidentes e fáceis de ocorrer por conta grande quantidade de pigmentos. No caso da acne, há mais um agravante: a inflamação da pele gera uma produção ainda maior de melanina. Todo cuidado é pouco: se você usa cremes mais hidratantes para o cabelo, fique atenta à região da testa que, pelo contato com o produto, está mais suscetível ao surgimento de acne. E não esprema espinhas de jeito nenhum!



A pele negra fica mais ressecada. Verdade! Como, em geral, a pele negra tem uma composição de ceramidas (um tipo de gordura) em sua superfície menor que a pele branca, perdendo por isso mais água, ela precisa de mais hidratação, principalmente em regiões naturalmente ressecadas, como os joelhos e cotovelos. Nessas áreas, a utilização de produtos mais emolientes, ou seja, menos líquidos e mais cremosos, é o ideal. Evitar banhos muito quentes, também ajuda, e muito!



Negros têm mais estrias. Mito ! A pele negra não apresenta mais estrias do que as outras. Essas lesões irreversíveis, decorrentes da ruptura das fibras de colágeno e elastina, são, no entanto, muito evidentes por conta da diferença entre as pigmentações. Para preveni-las, o melhor remédio é a hidratação.



A pele negra é mais propensa a foliculite. Verdade! O que chamamos, popularmente, de pelos encravados, é um problema característico dos afrodescendentes por conta da característica recurvada dos pelos. Nas mulheres, as áreas mais afetadas são as axilas e virilhas, além da região do queixo. O melhor tratamento é a esfoliação física obtida através do uso de cosméticos contendo partículas microdermoabrasivas, que deve ser feita no dia anterior à depilação e uma vez por semana durante o banho.

Nenhum comentário: