DERMATOLOGISTA PELE NEGRA

DERMATOLOGISTA PELE NEGRA
RIO DE JANEIRO TEL:21-22749629/21-22749284 EMAIL PARA AGENDAR SUA CONSULTA:katleendermato@yahoo.com.br

Follow by Email

Dra Katleen Conceição Dermatologista Referência em Pele Negra

Dra Katleen Conceição Dermatologista Referência em Pele Negra
contato:katleendermato@yahoo.com.br

domingo, 26 de abril de 2015

HERPES SIMPLES

 

✳️Herpes simples é uma infecção viral comum que se caracteriza pelo surgimento de pequenas bolhas ao redor dos lábios e/ou dos genitais – mas que também podem aparecer em qualquer outra parte do corpo.

✳️A transmissão do vírus da herpes simples se faz principalmente por contato direto entre pessoas, mesmo que não haja lesão ativa. 

✳️A infecção por meio de objetos pode existir, mas é menos comum. 💠O tempo entre o contato e os sintomas iniciais (período de incubação) é estimado em duas semanas. 

✳️Em torno de 90% das pessoas tiveram ou terão contato com o HSV-1 e cerca de 20% com o HSV-2.

✳️A herpes simples é causada pelos vírus da herpes humanos (HSV-1 e HSV-2). Eles podem ficar latentes na pele sem provocar lesões devido ao bom funcionamento do sistema imunológico do indivíduo.



▶️Vírus da herpes simples tipo 1 (HSV-1)

Normalmente associado a infecções dos lábios, da boca e da face. Esse é o vírus mais comum de herpes simples e muitas pessoas têm o primeiro contato com este vírus na infância. O HSV1 frequentemente causa feridas (lesões) nos lábios e no interior da boca, como aftas, ou infecção do olho (principalmente na conjuntiva e na córnea) e também pode levar a uma infecção no revestimento do cérebro (meningoencefalite). Pode ser transmitido por meio de contato com a saliva infectada. 

▶️Vírus da herpes simples 2 (HSV-2)

Normalmente transmitido sexualmente, o HSV-2 provoca coceira e bolhas ou mesmo úlceras e feridas genitais. Entretanto, algumas pessoas com HSV-2 não apresentam quaisquer sinais (latência). A infecção cruzada dos vírus de herpes do tipo 1 e 2 pode acontecer se houver contato oral-genital. Isto é, pode-se pegar herpes genital na boca ou herpes oral na área genital.

✳️TRATAMENTO:Alguns casos de herpes são leves e não precisam de tratamento a não ser tratamentos tópicos. Mas pessoas que têm surtos graves ou prolongados (principalmente se for o primeiro episódio de infecção), que têm problemas no sistema imunológico ou aquelas que têm recorrência frequente talvez precisem fazer uso de medicamentos antivirais.

Pacientes com recorrências graves ou frequentes de herpes oral ou genital podem optar por continuar com os medicamentos antivirais para reduzir a frequência e a gravidade dessas recorrências.



#dicasdrakatleen#dicaspelenegra#setorpelenegraclínicapaulabellotti dermatologistareferênciaempelenegra#pelelinda #dermatologistareferênciaempelenegra#pelebeyoncé #dicaspelenegra


Nenhum comentário: